Duplo J


Catéter Duplo J, também conhecido como stent ureteral, é um dispositivo utilizado para livre drenagem de urina entre o rim e a bexiga. Sua estrutura é macia e maleável permitindo aplicação endoscópica adequada. Sua composição é de um material descartável não absorvível pelo organismo, sendo necessário, desta forma, sua retirada em novo procedimento cirúrgico endoscópico posterior.


Seu nome se deriva da capacidade de suas extremidades se curvarem delicadamente sobre si mesmas, como uma âncora, tanto no interior da pelve renal, como na bexiga, minimizando a possibilidade de seu deslocamento. É um dispositivo interno que o paciente receberá alta hospitalar com ele, e que não se exterioriza para fora do corpo.

Sua utilização na prática urológica é consagrada e idealmente deve ser posicionado após  procedimento cirúrgico  que se manipule o uretér, como ureterolitotripsias, nefrolitotripsias, reimplante ureteral, transplante renal, entre outros.

O catéter pode provocar diferentes graus  de desconforto, sendo que obviamente, a intensidade guardará relação direta com queixas individuais. Sintomas como polaciúria (vontade de ir ao banheiro frequente), urgência urinária, urge-incontinência, sangramento urinário, dor lombar e dor em baixo ventre.
Recomenda-se ingerir bastante líquido, evitar bebidas ácidas (refrigerantes, bebidas alcoólicas, café, suco de frutas cítricas), alimentos condimentados e apimentados para redução destas queixas urinárias.

Deve-se evitar atividades físicas intensas, pois poderá agravar o desconforto e provocar pequenos sangramentos na urina. Não se deve forçar para urinar para não piorar a dor na coluna lombar, que pode ocorrer nos primeiros 3 dias após a colocação do cateter duplo J. A atividade sexual pode ser mantida normalmente. 







Gostou das explicações? Conheça outras Tecnologias que dispomos para um Tratamento Urológico de Excelência.

Clique Aqui e Tire Suas dúvidas!!!