Cirurgia a Laser



O tratamento cirúrgico de eleição para cálculos urinários é o endoscópico, que se caracteriza como uma abordagem minimamente invasiva.

Dependendo da posição e tamanho do cálculo urinário, pode-se definir diferentes formas de abordagem cirúrgica.

O arsenal de procedimentos cirúrgicos endoscópicos disponíveis para o tratamento são:

  • Ureterolitotripsia semi-rígida a laser
  • Ureterorrenolitotripsia flexível a laser
  • Nefrolitotripsia percutânea


Ureterolitotripsia semi-rígida a laser:
Utiliza-se um aparelho chamado de ureteroscópio semi-rígido que é passado através da uretra.
É indicado para tratamento de cálculos no uretér (canal que liga o rim a bexiga).
Ao se detectar a pedra, utilizamos uma fibra laser para destruir os cálculos.

Ureterorrenolitotripsia flexível a laser:
Realizado de maneira semelhante ao anterior, porém se diferencia pelo uso do ureterorrenoscópio flexível. Seu diferencial é a capacidade de fazer curvas e desta forma, a sua ponta alcança diferentes compartimentos intrarrenais.
Isso garante uma exploração minuciosa e completa do rim.
Identificadas as pedras, utiliza-se uma fibra laser para pulverizar os cálculos renais.

Vídeo 1: Ureterorrenolitotripsia flexível a laser


Nefrolitotripsia Percutânea:
Através de uma pequena incisão na região lombar, sob radioscopia intraoperatória, utilizamos outro equipamento endoscópico, chamado de nefroscópio, até o rim do paciente. Desta forma, o cirurgião consegue navegar por dentro do rim e visualizar o cálculo. Utiliza-se um equipamento ultrassônico, através do nefroscópio, capaz de fragmentar e aspirar a pedra.
Geralmente, este tipo de cirurgia é realizado em cálculos renais maiores que 20 mm.

Vídeo 2: Nefrolitotripsia percutânea







Gostou das explicações? Conheça outras Tecnologias que dispomos para um Tratamento Urológico de Excelência.

Clique Aqui e Tire Suas dúvidas!!!